ST 17 - Cultos, ritos, narrativas e práticas religiosas: religiões e religiosidades e suas possibilidades nas pesquisas históricas

Autores

Leonildo José Figueira

Mestre em História

Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

leo.hist@gmail.com

Simone Aparecida Dupla

Doutoranda em História

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

cathain_celta@hotmail.com

Vanderley de Paula Rocha

Doutorando em História

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

vanderleypr05@yahoo.com.br

Rafaela Arienti Barbieri

Mestranda em História

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

rafaelaarientibarbieri@hotmail.com

Tiago Ferreira dos Santos

Mestre em História

Universidade Federal da Bahia - UFBA

thiagofersan23@hotmail.com

Bárbara Santana Nogueira

Mestranda em História

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

barbarasantana2007@hotmail.com

André Rocha Cordeiro

Mestrando

Universidade Estadual de Maringá - UEM

andrerochacordeiro@hotmail.com

Ementa

Diante da diversidade religiosa existente no Brasil e no mundo contemporâneo se faz necessário a discussão histórica acerca das trajetórias, vivências, experiências e práticas das religiões e suas especificidades. Expressando-se enquanto uma atividade humana, ferramenta de sociabilização e de relações sociais as religiões e religiosidades estão presentes em vários contextos culturais e históricos, de modo a se demonstrarem objetos históricos e de análises de historiadores, que buscam formas de compreender e interpretar a atuação dos sujeitos históricos em suas múltiplas vivências. Surgindo no século XIX enquanto disciplina a História das Religiões expandiu-se, posteriormente, enquanto campo de pesquisa, por meio de fundação de periódico e revistas científicas, publicação de livros, instituição de cátedras de estudos, congressos e eventos acadêmicos. Com a terceira geração da École des Annales, da década de 1960, a História das Religiões e Religiosidades ganhou novo fôlego tornando, desse modo, possível ao historiador resgatar práticas e estratégias, conflitos e acordos, que permeiam as formas de contato com o sagrado e marcam as experiências vividas em grupo ou individualmente, dado que as múltiplas culturas humanas possuem suas noções acerca do divino. Compreendendo a variedade de abordagens, fontes e objetos que perpassam a História das Religiões e Religiosidades, este simpósio tem como objetivo pensar o fenômeno religioso em seus múltiplos aspectos teórico, conceitual e metodológico, reunindo os diversos trabalhos e pesquisas sobre religiões, religiosidades e crenças que vem sendo desenvolvidas no campo da história e das ciências humanas, a fim de proporcionar, aos participantes, possibilidades de trocas epistemológicas e possíveis reflexões e diálogos trans/interdisciplinares.


Programação das mesas

Mesa 1 - Sala 3048 8 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Lucas Lolli Vieira
A construção da religiosidade do Bom-pastor e as práticas curativas religiosas católicas em Mariana: um estudo de caso sobre Monsenhor Horta
Anna Karolina Vilela Siqueira
Igreja e sociedade nas Minas Oitocentistas: breve análise do Bispado de Dom Frei José da Santíssima Trindade
Memória e Identidade: o Museu Arquidiocesano de Arte Sacra de Mariana
Raquel dos Santos Sousa Lima
Lucas Raimundo
A UFV como elemento central para a análise do campo religioso de Viçosa
Mesa 10 - Sala 3044 12 de Maio de 2017 as 16:00 até 17:30
Autores Titulo
Simone Aparecida Dupla
Leonildo José Figueira
A FÉ E AS INCERTEZAS DO ANO MIL: UMA ANÁLISE DA CRISTANDADE MEDIEVAL NA OBRA DE GEORGES DUBY.
Vitor Borges da Cunha
Impressões sobre o manuscrito “Verdadera Informaçam das Terras do Preste Joam”
Samuel da Cruz Cardoso
A TRAJETÓRIA DAS IRMÃS FRANCISCANAS DO CORAÇÃO DE MARIA EM IRATI-PR: 1952-1999
Mesa 2 - Sala 3048 8 de Maio de 2017 as 15:30 até 17:30
Autores Titulo
Polliane Rocha da Cruz Moraes
O uso da religiosidade como método de cura
Karina Ap. de Lourdes Ferreira
Cuidados fúnebres e a memória dos mortos: permanências e descontinuidades na expressão religiosa dos testadores de Mariana oitocentista
Laís Morgado Marcoje
A palavra falada e a música: os vilancicos portugueses do século XVII (1640-1656)
Mesa 3 - Sala 3048 9 de Maio de 2017 as 14:00 até 16:00
Autores Titulo
André Rocha Cordeiro
Rafaela Arienti Barbieri
A TRAJETÓRIA DO LABORATÓRIO DE ESTUDOS EM RELIGIÕES E RELIGIOSIDADES (LERR) EM MARINGÁ - PR
Moisés Ferreira Geraldo
Jovens negros e a inserção em coletivos evangélicos
Willian Dias da Silva
Letícia Maia Dias
ENTRE CHOCALHOS E ROSÁRIOS: SINCRETISMO RELIGIOSO NA SANTIDADE DE JAGUARIPE
MAYARA APARECIDA DE MORAES
ENTRE AS TREVAS E A LUZ:AS CRENÇAS POPULARES NA MODERNIDADE.
Mesa 4 - Sala 3048 9 de Maio de 2017 as 16:00 até 18:00
Autores Titulo
Thiago Lucas Rodrigues Martins
Stella Sousa Moreira
O Processo de individualização da religião na sociedade contemporânea: O Pentecostalismo e suas representações sociais.
Ana Maria Coutinho
Artur Lemos Campos
CONCÍLIO VATICANO II: ATUAÇÃO ECLESIAL NA POLÍTICA BRASILEIRA ATRAVÉS DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE
Adriano Cecatto
Catolicismo e Educação Pós-Concílio Vaticano II (1965-1980)
Bruno Soares Miranda
Nuno Álvares Pereira: a construção de uma santidade.
Mesa 5 - Sala 3048 10 de Maio de 2017 as 14:00 até 16:00
Autores Titulo
Ana Paula Sena Gomide
O hinduísmo e suas práticas nas escritas jesuíticas (Século XVII).
André Stahl de Góes
Gabriel Cavallari Cortilho
Leonardo Souza Alves
Jesus morreu no Japão: As narrativas sobre Jesus no cristianismo japonês
Pedro Hudson Cordeiro
Aspectos Históricos e Sociais do Budismo no Brasil
Karina Fonseca Soares Rezende
“A base inviolável da Igreja Evangélica Alemã é o Evangelho de Jesus Cristo”: Igreja Confessante e sua oposição ao Terceiro Reich alemão
Mesa 6 - Sala 3048 10 de Maio de 2017 as 16:00 até 18:00
Autores Titulo
Ana Carolina Lamosa Paes
Ritos e cosmogonia: Um estudo sobre religiosidades em As Brumas de Avalon (1982)
Ariel Lucas Silva
Da devoção ao rosário de Maria à patrimonialização do Congado em Minas Gerais: relações de poder, sociabilidades e fé.
Vanessa Cerqueira Teixeira
Da interiorização das crenças à exteriorização dos ritos: a vivência da fé a partir da Irmandade de Nossa Senhora das Mercês de Mariana (Séculos XVIII-XIX)
Mesa 7 - Sala 3048 11 de Maio de 2017 as 14:00 até 16:00
Autores Titulo
Vanderley de Paula Rocha
Entre ritos e símbolos: festejos do Divino na cidade de Ponta Grossa/PR
MIRIÃ NOELIZA VIEIRA
O ritual das festas na Sagrada Escritura: A Festa da Colheita
José Heleno Ferreira
A FESTA DE SANTA CRUZ: religiosidade popular, permanências e rupturas nas tradições culturais das comunidades rurais – um estudo de caso em Divinópolis MG
Vagner Luciano de Andrade
CULTURA, IDENTIDADE E LUGAR: a devoção católica ao Desterro no contexto histórico brasileiro e sua relação com toponímias locais
Mesa 8 - Sala 3048 11 de Maio de 2017 as 16:00 até 18:00
Autores Titulo
Simone dos Santos Borges
Festa, culto e trezena a Santo Antonio: Mulheres que rezam em família, memória, tradição e identidade.
André Luiz Borges de Ávila
Paisagens Religiosas: Um estudo sobre as manifestações do Congado em Estrela do Sul - MG
RAYNARA CINTIA COELHO RIBEIRO
A QUESTÃO RELIGIOSA NO PARÁ: UM ESBOÇO DO PERIÓDICO CATÓLICO A BOA NOVA
Mesa 9 - Sala 3044 12 de Maio de 2017 as 13:00 até 16:00
Autores Titulo
Pablo Gatt Albuquerque de Oliveira
As representações dos pecados na Summa Theologica
LEONILDO JOSÉ FIGUEIRA
SIMONE APARECIDA DUPLA
Ela deseja a leito: símbolos e metáforas dos devotos de Inanna.
Kalinka Brant da Silva
FEITIÇARIA NAS MINAS SETECENTISTAS: a prática do calundu na Comarca do Rio das Velhas (1726-1800)
Karla Constancio de Souza
Antijudaísmo na Primeira Cruzada: entre o Kidush haShem e os libelos de sangue
Henrique Grimaldi Figueredo
Cultura material e historiografia visual: magia e rito na arte contemporânea latino-americana

Apoios

UFMG
Fafich
Temporalidades
PPGHIS
Varia História
CEPAMM
Núcleo História Oral
CEM
Sem Rumo
Brasiliana
Iepha