ST 16 - Poder, fé e temporalidades na Antiguidade Tardia e na Idade Média

Autores

Aléssio Alonso Alves

Mestre

Universidade Federal de Minas Gerais

alessioaalves@gmail.com

Felipe Augusto Ribeiro

Mestre

Universidade Federal de Minas Gerais

felipeaur@gmail.com

Pamela Emilse Naumann Gorga

Mestre

Universidade Federal de Minas Gerais

pnaumanngorga@gmail.com

Paulo Renato de Silva Andrade

Graduado

Universidade Federal de Minas Gerais

paulorsdeandrade@gmail.com

Fabrício de Paula Gomes Moreira

Doutorando em História

Universidade Estadual de Campinas

fabricio.moreirahis@gmail.com

Rafael Bosch Batista

Doutorando em História

Universidade Estadual de Campinas

rafael.bosch@outlook.com

Ementa

A proposta desse Simpósio Temático é consolidar os Encontros de Pesquisa em História da UFMG como espaço para debate, meio de intercâmbio, consolidação e expansão das pesquisas sobre os períodos convencionados como Antiguidade Tardia e a Idade Média realizadas no Brasil. Entende-se que eventos desse tipo são importantes para aprofundar as reflexões e os diálogos historiográficos, bem como apresentar novas fontes ou abordagens ainda pouco conhecidas. O objetivo principal é contribuirmos para a compreensão das relações entre poder e fé nos períodos supramencionados. As comunidades políticas do medievo possuiriam especificidades no que diz respeito ao exercício do poder e ao lugar que as três grandes religiões monoteístas, no Ocidente e no Oriente, ocupavam nas relações cotidianas. Reflexões relacionadas à estruturação desses dois tópicos, em suas múltiplas dimensões, permitiriam a compreensão dos discursos construídos em torno de diversas questões, como o “Outro”, a magia, a criação artística, o gênero, a justiça, o governo urbano, entre outros. Ressalta-se, ainda, o papel que tais religiões tiveram nas transformações das noções e categorias de tempo e na construção de meios para sistematizar a sua passagem, bem como nas formas de apreendê-lo e de interpretar a história humana. A temática proposta, portanto, é bastante ampla e possibilita a inclusão de problemáticas, regiões e tempos diversos. Propomos que seja realizado um debate interdisciplinar, ancorado na percepção do tema pela História, o que permita a troca experiências entre pesquisadores que se dedicam ao estudo dessas temporalidades em áreas do conhecimento como Teologia, Direito, Artes, Literatura, Lingüística, Filosofia e afins. A metodologia adotada pelo Simpósio Temático será a apresentação de comunicações, agrupadas, pelos coordenadores, tendo como base a proximidade temática, seguida por debates, possibilitando a participação dos ouvintes.


Programação das mesas

Mesa 1 - Sala 3032 8 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:00
Autores Titulo
Agnes Soares Moschen
Espaço, corpo e poder no Império Tardo-Antigo: o teatro e o ofício do palco em Antioquia segundo João Crisóstomo
Larissa Rodrigues Sathler Dias
Velatio uirginis: a construção da santidade feminina na Antiguidade Tardia (século IV)
Mesa 10 - Sala 3032 12 de Maio de 2017 as 15:00 até 17:00
Autores Titulo
Ingrid Alves Pereira
Judeus nas Cantigas de Santa Maria: o olhar do rei Afonso X sobre esta minoria religiosa
Anny Barcelos Mazioli
A Península Ibérica pós-concílio de Latrão: o ambiente de produção do Livro das Confissões de Martin Pérez e suas sanções acerca da carnalidade.
Olga Pisnitchenko
BERNARDO DEL CARPIO E CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE TERRITORIAL NA ESTORIA DE ESPAÑA DE ALFONSO X.
Mesa 2 - Sala 3032 8 de Maio de 2017 as 15:00 até 17:30
Autores Titulo
Michele Rosado de Lima Castro
Tempo e religião: Concepção(ões) de tempo no pensamento islâmico clássico
DANDARA ARSI PRENDA
A vida e obra de Ibn al-Muqaffa: Um novo olhar sobre a Revolução Abássida na Idade Média Oriental
Paulo Renato Silva de Andrade
"Os mais belos nomes pertencem a Deus": os epítetos divinos do Islam e a cultura religiosa árabe pré-islâmica
Matheus Melo Barcelos
Ascese islâmica entre os sufis andaluzes de acordo com os relatos de Ibn Arabi de Murcia
Mesa 3 - Sala 3032 9 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:30
Autores Titulo
Bruno Uchoa Borgongino
Autoridade ascética na obra de João Cassiano e o contexto monástico da Gália
Melissa Moreira Melo Vieira
"A ortodoxia sou eu, a heterodoxia é o outro": identidade, diferença e estigmatização durante o conflito ariano (343-361)
Bruno Tadeu Salles
Kevin Cristian Alves da Cunha Assis
A Ordem dos Templários e a Aristocracia Provençal: o exemplo da comendadoria de Douzens (séculos XII e XIII)
Bruna Zucherato
Os privilégios papais e a constituição do senhorio templário: considerações a partir das comendadorias e suas relações (séculos XII e XIII)
Mesa 4 - Sala 3032 9 de Maio de 2017 as 15:30 até 17:30
Autores Titulo
Sabrina Budweg Duarte
A problemática política da dinastia carolíngia através de um pequeno estudo hagiográfico de duas vitae bonifacii
Thales Henrique Barbosa Pinto
Conflitos políticos e transições sociais no retrato de Godofredo de Anjou
Anna Clara Lehmann Martins
A lei, a ecclesia e o rei carolíngio: Conexões possíveis em De Regis Persona et Regio Ministerio (873), de Hincmar de Reims
Mesa 5 - Sala 3036 10 de Maio de 2017 as 14:00 até 15:30
Autores Titulo
Luiz Felipe Anchieta Guerra
A cruzada e Ramon Llull: uma análise da idéia de cruzada na obra luliana
Aléssio Alonso Alves
Pregação: um conceito possível? Humberto de Romans, Jacobus de Fusignano e Giordano de Pisa acerca da atividade predicativa da Ordem dos Frades Pregadores nos séculos XIII e XIV
Gabriel Oberdá Leão
A representação do sermão e o debate religioso da Inglaterra do séc. XIV no "Conto do Pároco" de Geoffrey Chaucer
Mesa 6 - Sala 3036 10 de Maio de 2017 as 15:30 até 18:00
Autores Titulo
José Luiz de Oliveira
Pedro Henrique Pereira Silva
LIMITES ENTRE FILOSOFIA E TEOLOGIA NO SÉCULO XIII: O ARISTOTELISMO NA UNIVERSIDADE DE PARIS (1210-1277)
Rafael Bosch
Heresia e escolástica nos séculos XI e XII
Joana Scherrer Carniel
As representações cristãs do Diabo no medievo a partir da obra De Casu Diaboli de Anselmo de Cantuária (sec. XI)
Grasiela Prado Duarte
A representação da figura do Diabo no Tríptico "Juízo Final" (1482) de Hieronymus Bosch
Mesa 7 - Sala 3032 11 de Maio de 2017 as 13:00 até 16:00
Autores Titulo
Fabrício de Paula Gomes Moreira
A organização do tempo como profissão de fé cristã e o estabelecimento da soberania dinástica Riuríkida entre os Rus' na Crônica dos tempos passados (PVL)
Fábio Henrique Ribeiro Barbosa
Os Escolhidos de uma Era: os heróis da Escandinávia Medieval por Saxo Grammaticus.
Leandro César Santana Neves
A vingança de Olga de Kiev como discurso hagiográfico
Helena Borin Peixoto de Rezende
Disputa de memória sobre o governo do imperador Juliano (361-363 d.C.): o caso do rumor na oração 37 de Libânio
CAROLINE COELHO FERNANDES
A crise iconoclasta no Império Bizantino e a defesa das imagens de São João Damasceno: um debate sobre autoridade política.
Mesa 8 - Sala 3032 11 de Maio de 2017 as 16:00 até 17:30
Autores Titulo
Flavia Vianna do Nascimento
Relações entre Estado e controle da força de trabalho na Inglaterra (século XIV).
José Luiz Coelho Rangel Junior
Everyman: uma história da salvação em perspectiva, na Baixa Idade Média inglesa (séculos XV e XVI).
Paulo Christian Martins Marques da Cruz
A Influência dos textos clássicos na Gesta Willelm (c.1071) de William de Poitiers: Cícero, César e Xerxes: modelos clássicos e sua equiparação com William I da Inglaterra (1066-1087)
Mesa 9 - Sala 3032 12 de Maio de 2017 as 13:00 até 15:00
Autores Titulo
Felipe Augusto Ribeiro
REFORMAS ECLESIÁSTICAS E FEUDALISMO NA ITÁLIA: NOVAS PERSPECTIVAS E ESTUDOS DE CASO (SÉCULOS XI-XII)
Gustavo da Silva Gonçalves
A Vita Brevior de Francisco de Assis: possibilidades de estudo a partir de um novo documento (NAL 3245).
Jaqueline Silva de Macedo
Dos lugares-comuns à criatividade na literatura medieval: as esferas de poder na Disputatio inter clericum et militem e no Roman de Fauvel.
WENDELL DOS REIS VELOSO
Os Continentes e os Conjugati na Querela Jovinianista no Alvorecer da Idade Média: O Posicionamento de Agostinho de Hipona

Apoios

UFMG
Fafich
Temporalidades
PPGHIS
Varia História
CEPAMM
Núcleo História Oral
CEM
Sem Rumo
Brasiliana
Iepha